O que saber sobre eczema: uma doença de pele muito comum



O eczema é uma inflamação na pele que pode ser aguda ou crônica. Ou seja: pode aparecer repentinamente, ter sintomas intensos e desaparecer um tempo depois. Ou, em segundo caso, pode ser gradual e duradoura.

Seus sintomas são coceira, vermelhidão e inchaço na área afetada, e na fase mais aguda pode aparecer pequenas bolhas de água na pele. Quando está em fase crônica, as bolhas estouram e secam, deixando a pele mais grossa e com crostas escamosas e mais grossas. Ela não tem cura, mas tem tratamento para ser mantida sob controle.

Quais os tipos mais comuns?

Existem quatro tipos mais comuns de eczema, que são divididos conforme a causa:

1. Eczema infantil

Esse tipo costuma surgir a partir dos 3 meses de vida e é comum que perdure até a adolescência ou que continue na vida adulta.

2. Eczema de contato

Também chamado de dermatite de contato, esse tipo ocorre quando a pele entra em contato com alguma coisa que lhe provoque alergia, como esmaltes ou determinados tecidos e produtos químicos.

3. Eczema atópico

Também chamado de dermatite atópica, trata-se de uma inflamação que na maioria das vezes é desencadeada por uma alergia. Apresenta lesões de diferentes tipos na pele, com placas ou caroços avermelhados que coçam muito.

4. Eczema numular

Nesse tipo, também chamado de dermatite numular, a causa costuma ser o excesso de ressecamento da pele, que ocorre principalmente no inverno ou em clima seco. Também aparecem manchas avermelhadas na pele, com presença de coceira.

Quais são as causas?

O eczema muitas vezes ocorre devido a uma alergia na pele e é mais suscetível em quem tem pele muito seca. Pessoas de todas as idades podem ter a doença, mas nas crianças é mais frequente, sendo que pode perdurar ao longo da vida. As pessoas que usam sabonetes antissépticos com muita frequência também podem desenvolver o problema, pois a pele fica mais sensível.


Opções de tratamentos

Os tratamentos podem variar conforme o tipo de eczema e o estado do paciente. No tipo infantil o tratamento é feito com medicamentos antialérgicos e corticoides. No eczema de contato, os medicamentos são da mesma natureza, ou seja, antialérgicos e pomadas corticoides, e o paciente também precisa cuidar para não ter mais contato com o que lhe causou a alergia.

O eczema atópico pode ser tratado com pomadas ou com cremes com corticoide, podendo haver necessidade de antialérgico, conforme a causa do problema. O tratamento para o eczema numular pode envolver antibióticos, pois há o risco do desenvolvimento de infecção na pele.

A escolha do tratamento será feita pelo médico dermatologista, e vai depender do tipo, da gravidade e também da idade do paciente. Junto com o tratamento recomendado, também é muito importante manter a pele hidratada, não apenas com cremes, mas também ingerindo bastante água.

Tratamento caseiro para eczema

Tratamentos caseiros não substituem a consulta ao médico, mas quando não puder consultar e quiser aliviar a coceira, a dica é fazer uma papinha com 300 mililitros de água e 2 colheres de sopa de farinha de aveia. Deve-se diluir a farinha em 150 mililitros de água fria e depois em mais 150 mililitros de água quente.

A forma de aplicação é colocando essa papinha sobre as áreas afetadas e deixando agir por alguns minutos. Pode-se fazer esse tratamento duas vezes ao dia. Assim que a papa for removida é recomendado fazer uma compressa quente com óleo essencial de camomila e óleo de alfazema, até 4 vezes ao dia. Por fim, deve-se finalizar com um creme hidratante para que a pele fique mais macia.



Comentar

six − three =

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.